Filiado e à

Sindicato dos Professores do
Ensino Oficial do Estado de São Paulo

SUBSEDE SÃO BERNARDO DO CAMPO

Rua Dom Paulo Mariano, 40
Nova Petrópolis - São Bernardo do Campo
CEP 09770-320 - SP
sindicatodosprofessores.sbc@gmail.com

Imprimir Artigo

Carta aberta à comunidade escolar

| Notícias | 28/03/2017 | |

Professores da Rede Estadual vão à Greve Contra a Reforma da Previdência e pela Reposição das Perdas Salariais!

Prezados Pais, Alunos (as) e toda Comunidade Escolar

Os Professores e Professoras da rede pública do Estado de São Paulo, reunidos em Assembleia no último dia 15 de março deliberaram deflagrar GREVE a partir desta terça feira (dia 28 de março). Os motivos da nossa luta são:

a) Não a Reforma da Previdência que acaba com a aposentadoria de todos os trabalhadores principalmente dos Professores;

b) Não a terceirização que acaba com os direitos de todos os trabalhadores inclusive submetendo nós da educação ao regime de escravidão;

c) Abaixo o congelamento dos nossos salários dos Professores, estamos há mais de três anos sem reposição salarial, o que significa que de cada R$ 100,00 reais que ganhávamos em 2014, agora só valem R$ 78,00 (perdas salariais de 22,05%) de acordo com o DIEESE;

d) Melhores condições de trabalho.

O governo tem se mantido irredutível, não atendendo nossas reivindicações. Sequer apresenta a perspectiva de uma reunião para debater nossos problemas com seriedade. Diante desta situação não nos resta outra alternativa a não ser ir à greve conforme deliberado por mais de trinta mil professores em Assembleia Realizada no dia 15 de março.

É importante salientar que esta situação vem comprometendo a qualidade do nosso trabalho, pois sem reajuste salarial o Professor é obrigado a trabalhar em duas redes de ensino tendo que se deslocar por longos percursos para manter o mínimo de condições de sobrevivência. A reforma da Previdência irá obrigar colegas que estão perto da aposentadoria a trabalhar mais tempo aumentando a possibilidade de adoecimento o que hoje é um dos principais problemas da rede em virtude do excesso de trabalho.

Por outro lado, o desemprego e a precarização têm sido um fantasma cada vez mais presente, somente aqui em SBC nos últimos dois anos 20% da rede, 826 Professores ficaram desempregados. Na escolha de aulas desse ano cerca de 400 professores não conseguiram pegar aulas ou ficaram em extrema precarização trabalhando em várias escolas para conseguir completar a carga horária. Na prática esses docentes estão pagando para trabalhar.

SUBSEDE DA APEOESP DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Março de 2017

Rua Dom Paulo Mariano, nº 40, Nova Petrópolis, São Bernardo do Campo, SP – CEP: 09770-320  (11) 4125.6558 / 4332.3913 / 2669.6750

As mais lidas

IAMSPE

Coordenação

Conselheiros

Vídeos

Fotos

Biblioteca